“Todo mundo é um pouco dos restos de alguém. Sempre fica na pele, na alma, na memória. Alguns marcaram tanto que deixaram rastros no coração. Outros deixam visíveis no dia a dia a falta que aquela tal pessoa faz e que o seu lugar ainda está ali, intacto. E que por acidente ou até mesmo por amor, quem sabe, ela resolva voltar.”

Restos de um naufrágio

(via caluniador)



Não vou puxar assunto, porque parece que só eu sinto falta, parece que só eu me importo. E isso cansa.



"Ya luego se vió que yo estoy muy alta, sí?"

next